Dilma ultrapassa Serra na preferência do eleitor mineiro

José Serra, candidato do PSDB à presidência da República, começa a perder outro de seus redutos eleitorais. Depois de ser ultrapassado por Dilma Rousseff, candidata do PT, no Rio Grande do Sul, o tucano fica praticamente 10 pontos percentuais atrás da petista em Minas Gerais. A pesquisa CNT Sensus divulgada nesta quarta-feira (11) aponta a […]

24 jun 2009, 16:38 Tempo de leitura: 1 minuto, 15 segundos
Dilma ultrapassa Serra na preferência do eleitor mineiro
Crédito: Foto retirada do site Sul21

José Serra, candidato do PSDB à presidência da República, começa a perder outro de seus redutos eleitorais. Depois de ser ultrapassado por Dilma Rousseff, candidata do PT, no Rio Grande do Sul, o tucano fica praticamente 10 pontos percentuais atrás da petista em Minas Gerais. A pesquisa CNT Sensus divulgada nesta quarta-feira (11) aponta a petista em primeiro lugar na preferência dos mineiros.

A pesquisa feita feita em 53 cidades mineiras, entre os dias 6 e 9 de agosto, com 1,5 mil eleitores revela um crescimento de Dilma de 8,6 pontos pecentuais em relação ao último levantamento CNT Sensus. De julho para agosto, a petista subiu de 34% para 42,6% na prerferência do eleitor de Minas Gerais. Serra caiu de 33,5% para 33,9%.  Marina Silva (PV) é a terceira com 9,8% dos votos. Zé Maria (PSTU) tem 1,2%, Plínio Arruda (PSOL) 0,7%, Levy Fidelix (PRTB) 0,3%, Eymael (PSL) 0,2%, e Ivan Pinheiro (PCB) 0,2%. Rui Pimenta (PCO) não pontuou. Votos brancos, nulos e indecisos somam 11,1%. Num eventual segundo turno, Dilma teria a preferência de 49,5% dos eleitores mineiros e Serra, 40,3%.

Na pesquisa, também foram consultados os limites de voto dos eleitores. Entre os entrevistados, 29,6% disseram que não votariam Dilma e 36,5%, em Serra. Os que só votariam na petista representam 40,2% do eleitorado e dos que só votam no tucano, 27%. O índice de entrevistados que afirmaram poder votar em Serra é de 32,4% e em Dilma, 24,1%.


Crédito: Nubia Silveira com informações do portal Uai, de Minas, e do blog de Luís Nassif