11 milhões de pessoas voltarão para a pobreza com o corte do auxílio emergencial

O governo federal editou a Medida Provisória 1000/2020 cortando pela metade o valor do auxílio emergencial. O benefício será pago até dezembro, mas com valor de R$ 300. O líder da Minoria no Congresso, deputado Carlos Zarattini (PT-SP), que está na linha de frente da luta “R$ 600 pelo Brasil” criticou o corte feito por […]

2 out 2020, 17:15 Tempo de leitura: 1 minuto, 54 segundos
11 milhões de pessoas voltarão para a pobreza com o corte do auxílio emergencial

O governo federal editou a Medida Provisória 1000/2020 cortando pela metade o valor do auxílio emergencial. O benefício será pago até dezembro, mas com valor de R$ 300. O líder da Minoria no Congresso, deputado Carlos Zarattini (PT-SP), que está na linha de frente da luta “R$ 600 pelo Brasil” criticou o corte feito por Bolsonaro e anunciou que o PT entrou com requerimento para que a proposta seja votada com agilidade. “A única forma de reverter essa maldade do Bolsonaro é alterando a MP. O povo precisa do benefício e no valor de R$ 600”.

Segundo Zarattini, a redução no valor do benefício poderá jogar 11 milhões de pessoas novamente na pobreza. “A Fundação Getúlio Vargas afirma que o corte do auxílio emergencial vai devolver 11 milhões de pessoas para a pobreza em nosso país. Por isso, nós da oposição estamos pressionando, o povo não pode esperar mais.”

O parlamentar alertou ainda sobre a necessidade de corrigir algumas injustiças na criação do auxílio emergencial como, por exemplo, a exclusão de algumas categorias como taxistas, caminhoneiros, trabalhadores de aplicativos, transportadores escolares. “O programa deixou muita gente trabalhadora de fora. Precisamos corrigir essas distorções e garantir ao povo brasileiro a manutenção do benefício em R$600.”

Apoio das centrais sindicais – As centrais sindicais também estão na luta pela manutenção do auxílio em R$ 600. Segundo o site PT na Câmara, dirigentes de centrais sindicais entregaram um documento ao presidente interino da Câmara dos Deputados pedindo a antecipação da votação. Há semanas em campanha pelo auxílio de R$ 600, as centrais enfatizam a importância dessa renda para reduzir o impacto da crise e manter algum nível de atividade econômica.

Assista o pronunciamento do parlamentar na íntegra:

https://www.facebook.com/dep.zarattini/videos/3447510778647275/?xts[0]=68.ARDEq771eqF8KAaenWh3E0Z9SKKWFJcW3oQFw_nymyt09jpA_LrARVs-nnguQGVPIL1my6CIewMX-Y3egLgY9dha-2GckZi3AbvLcHLvIjEWmVYcuELv8kP7O3B2mNqdKWnUhK9fZPIkdAdOdaQWj9vXuCvP81nXFiRkilCaC7vIDkEmdlkGlVgh6QP07aVUyGwrTWz-QGHPvuD6xyWkeFcT1otbTyeGOsclXjIaH1oEyUPFYEYd8QUml7x65HOgyKURk-tU1N6XqWXpFg9kjvP1KwnqP-KB-TysuioWrUcG0j755F-AokeDWizy-NJaMSF1cqSC0YzTUI_thhfKro3_sSWRtiq7ADWxEg&tn=-R



📲 Fale com o Zarattini no WhatsApp 11 99515-1370 www.dev.zarattinipt.com.br/whatszara

Foto: Gustavo Bezerra.