A força do PT: Sigla preferida do eleitor completa 41 anos com a tarefa de resgatar a dignidade do povo brasileiro

Preferido por mais de 15% do eleitorado brasileiro, segundo a última pesquisa de preferência partidária, realizada em abril de 2020, o Partido dos Trabalhadores completa 41 anos, nesta quarta-feira (10), carregando predicados e simbolismo de ser o único partido que deixa um legado histórico de inclusão social, cidadania, democracia e soberania. Desde 1999, o PT […]

9 fev 2021, 16:11 Tempo de leitura: 4 minutos, 16 segundos
A força do PT: Sigla preferida do eleitor completa 41 anos com a tarefa de resgatar a dignidade do povo brasileiro

Preferido por mais de 15% do eleitorado brasileiro, segundo a última pesquisa de preferência partidária, realizada em abril de 2020, o Partido dos Trabalhadores completa 41 anos, nesta quarta-feira (10), carregando predicados e simbolismo de ser o único partido que deixa um legado histórico de inclusão social, cidadania, democracia e soberania. Desde 1999, o PT desponta como preferido no ranking dos partidos políticos. Luta, resistência e defesa intransigente do trabalhador brasileiro faz com que o Partido dos Trabalhadores seja respeitado e conhecido no cenário político nacional e internacional.

Referenciando o legado histórico do partido, o líder da Minoria no Congresso Nacional, deputado Carlos Zarattini (PT-SP), lembrou que o PT tem raiz fundada no anseio do povo brasileiro.

“Ao longo dos seus 41 anos de história, lutamos de forma aguerrida para impedir retrocessos e garantir que o Estado cumpra o seu papel de cuidar das pessoas. Da redemocratização do País até hoje, com a eleição do desgoverno Bolsonaro, o PT sempre esteve presente nas lutas da população”, observou Zarattini.

Tarefas do PT

Tanto Guimarães, quanto Zarattini, apontaram a unidade do povo e dos partidos progressistas para enfrentar os desmandos, os descasos e a insustentabilidade do governo Bolsonaro.

“Nós precisamos, nesse momento – e essa é a principal tarefa do PT -, unir as forças progressistas, unir o País em torno de quatro bandeiras, que para mim são fundamentais: A defesa do SU, o auxílio emergencial, a vacina para todos e, sobretudo, o impeachment já para esse governo que não tem nenhum compromisso com o Brasil e com a democracia”, defendeu Guimarães.

Reportando para o quadro de morte causada pela Covid-19, pelo retorno da fome, miséria e curva ascendente de desemprego que assombram milhões de brasileiros, o deputado Zarattini acrescentou: “Agora, em 2021, o nosso grande objetivo será lutar pelo retorno do auxílio emergencial, vacina para todos e também políticas de geração de emprego”.

Partido nacional

Para Guimarães, durante esses 41 anos o PT se consolidou como o Partido Nacional. Segundo ele, a legenda “tem raízes no Brasil inteiro, tem compromisso com os trabalhadores e compromisso com o povo”. O parlamentar lembra que o PT é um partido fundado na defesa intransigente da democracia, no socialismo e nas causas do povo.

“Soube fazer oposição aos governos militares, foi um dos grandes responsáveis pela Constituinte de 1988, pelas Diretas Já e, portanto, sempre se pautando pelo compromisso que esse partido tem com o Estado democrático de direito”, explicou.

13 anos de legado

É notório, a partir de pesquisas e dados, que os governos do PT promoveram o desenvolvimento econômico e social do País. Entre os feitos do Partido dos Trabalhadores destacam-se a presença do Brasil entre as maiores economias do mundo, atingindo a 6ª posição no ranking internacional.

“Quando governou o Brasil, o PT iniciou o maior processo, não só de inclusão social, mas inclusão no mundo e o Brasil se tornou a 6ª economia do mundo. Foi o partido que quando governou o Brasil, com Lula e da Dilma, mais fez pela economia”, lembrou o líder Guimarães. Ele se referiu ao auge econômico brasileiro, quando o Brasil ultrapassou o Reino Unido e se tornou a 6ª maior economia do mundo, de acordo com dados do Centro de Economia e Pesquisa de Negócios (CEBR, em inglês).

A redução da extrema pobreza também é outro ponto elogiado na gestão petista. Com o programa Bolsa Família – que é reconhecido por outros países como modelo de programa social bem-sucedido -, 5 milhões de brasileiros deixaram a extrema pobreza. Em 2009, o programa reduziu a taxa de pobreza em 8 pontos percentuais.

Os programas sociais lançados nos governos petistas, como o Minha Casa, Minha Vida, Mais Médicos, Bolsa Família, Luz Para Todos, Universidade Para Todos, Prouni, entre outros, servem de termômetros para pesquisadores e especialistas apontarem as políticas sociais como maior legado dos 13 anos do PT no poder no Brasil.

“Quando eu chego nos aeroportos, vejo o quanto o PT fez pela infraestrutura desse País”, disse Guimarães, acrescentando que os governos petistas universalizaram programas sociais, cuidaram da infraestrutura e, sobretudo, geram emprego e fizeram a economia brasileira crescer. “Além disso, fez uma relação republicana com o conjunto dos estados da federação. É, portanto, um partido que tem efetivo compromisso com a democracia, com os direitos do povo e com a nossa soberania”, finalizou José Guimarães.

“O PT fez história quando governou o País. Nenhum outro governo fez tanto pelo Brasil como os governos do Partido dos Trabalhadores. Costuma-se dizer que o PT é o partido que melhor cuida do social, que mais compromisso tem com as pessoas que mais precisam de proteção do Estado”, referenciou orgulhoso o líder da Minoria na Câmara, deputado José Guimarães (PT-CE).

Benildes Rodrigues

Matéria publicada originalmente no site PT na Câmara e replicada neste canal.
Fotos: Reprodução.



📲 Fale com o Zara: 11 99515-1370
🗣 www.zarattinipt.com.br/whatszara