Lula defende o SUS e pede ação global contra a Covid-19

Presidente Lula concedeu entrevista à tevê italiana nesta sexta-feira (9), na qual voltou a denunciar o ataque de Bolsonaro contra a vida dos brasileiros O presidente Lula falou nesta sexta-feira (9) ao programa Tg2 Post, da RAI, principal rede de televisão italiana. Na entrevista, ele voltou a denunciar o descaso de Jair Bolsonaro com a vida de brasileiros, defendeu o Sistema Único de Saúde (SUS) e […]

10 abr 2021, 13:50 Tempo de leitura: 2 minutos, 15 segundos
Lula defende o SUS e pede ação global contra a Covid-19

Presidente Lula concedeu entrevista à tevê italiana nesta sexta-feira (9), na qual voltou a denunciar o ataque de Bolsonaro contra a vida dos brasileiros


Ricardo Stuckert

O presidente Lula falou nesta sexta-feira (9) ao programa Tg2 Post, da RAI, principal rede de televisão italiana. Na entrevista, ele voltou a denunciar o descaso de Jair Bolsonaro com a vida de brasileiros, defendeu o Sistema Único de Saúde (SUS) e fez um apelo ao governo da Itália para que este auxilie na criação de uma governança global contra o novo coronavírus.

Requisistado para entrevistas em todo o mundo nas últimas semanas, Lula tem proposto que os países se unam para garantir acesso a vacinas contra a Covid-19 não só para o Brasil, mas para todas as nações em desenvolvimento que têm tido dificuldade de adquirir doses suficientes. Nesta sexta, voltou a defender a ideia: “Deve haver vacina para todos. A vacina não pode ser gerenciada pelo mercado”.

“A Covid é um flagelo que deve ser enfrentado mundialmente. Já falei sobre isso com muitos líderes internacionais. E também quero dizer à Itália, que assumirá a presidência do G-20, e ao primeiro-ministro Mario Draghi, para criarem uma governança global para lutar contra a pandemia”, disse Lula, acrescentando que pedirá ajuda também ao papa Francisco para concretizar a ideia.

Genocídio

Lula voltou a denunciar a maneira genocida como Bolsonaro tem agido durante a pandemia, o que tem levado a um número “inaceitável” de mortes. “Se tivéssemos um governo responsável, que tivesse encorajado o isolamento social e o uso de máscaras, a situação seria diferente. Só o Brasil não quis fazer lockdown porque temos um presidente genocida. É uma palavra forte, mas eu estou me referindo a um presidente que está levando a população brasileira a um genocídio”, argumentou.

Perguntado sobre o colapso do sistema de saúde brasileiro, Lula lembrou que o Brasil é um dos raros países do mundo com tantos habitantes e que possui um sistema universalizado de atendimento. E que o colpaso não é culpa do SUS, mas da gestão feita na pandemia, que acabou sobrecarregando os hospitais. “Não foi feito um trabalho preventivo”, ressaltou Lula.

Matéria publicada no site Partido dos Trabalhadores e replicada neste canal.



➡️ Quer ficar bem informado sobre o que acontece na política e ter mais informações do meu trabalho? 😃
💬 Acesse o link e faça parte da nossa rede de amigos. https://linktr.ee/zarattini