Lula em ato com lideranças indígenas:”A riqueza da Amazônia está em sua biodiversidade”

Após participar da vacinação de operários no Hospital da ilha, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou nesta quinta (19) de encontro com lideranças indígenas em São Luís (MA). Na ocasião, foi lançado o Estatuto Estadual dos Povos Indígenas do Maranhão, e Lula recebeu das mãos de Sônia Guajajara, coordenadora executiva da APIB (Articulação dos […]

19 ago 2021, 17:33 Tempo de leitura: 1 minuto, 35 segundos
Lula em ato com lideranças indígenas:”A riqueza da Amazônia está em sua biodiversidade”
Foto: Ricardo Stuckert

Após participar da vacinação de operários no Hospital da ilha, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou nesta quinta (19) de encontro com lideranças indígenas em São Luís (MA). Na ocasião, foi lançado o Estatuto Estadual dos Povos Indígenas do Maranhão, e Lula recebeu das mãos de Sônia Guajajara, coordenadora executiva da APIB (Articulação dos Povos Indígenas do Brasil), o título de Guardião dos Territórios Indígenas.

Estiveram também presentes lideranças indígenas do Maranhão, do Pará, do Tocantins e do Mato Grosso, representando as etnias Tenetehara, Guajajara, Gavião, Carajá, Xavante, Canela, Kayapó e Krikati, entre outras. Lula participou de mística com lideranças indígenas mulheres durante o ato histórico de reparação aos povos originários, exemplo para todos os governos de estado, uma vez que os povos indígenas são cruciais para a preservação ambiental e para a vida na Terra.

Durante o encontro, Lula afirmou que a maior riqueza da Amazônia está em sua biodiversidade, praticamente inexplorada cientificamente. Lula afirmou que “uma árvore em pé hoje é muito mais lucrativa para o Brasil para os índios e para a humanidade do que qualquer quantidade de soja que eles tentem plantar”.

O ex-presidente externou sua preocupação com a postura destruidora de Bolsonaro, que demonstra toda sua ignorância ao dizer que é preciso desmatar, preciso ocupar terras indígenas com garimpeiros, com gado e para plantar soja.

Lula lembrou que durante seu governo, foi feito o Acordo da Amazônia, em conjunto com a Alemanha e a Noruega, mas que bastou entrar o governo genocida para que tudo isso fosse destruído.

Assista à íntegra do encontro, em 2 diferentes vídeos:

Matéria publicada originalmente no site Lula e replicada neste canal.