Lula aos trabalhadores: “É possível continuar acreditando no país”

ula visitou a metalúrgica Delga, em Diadema (SP). nesta sexta-feira. Com 500 trabalhadores, a empresa trabalha com conteúdo praticamente 100% nacional. Durante a visita, Lula falou aos trabalhadores. Assistam

1 out 2021, 14:04 Tempo de leitura: 1 minuto, 31 segundos
Lula aos trabalhadores: “É possível continuar acreditando no país”

Nesta manhã de sexta feira, Lula visitou a metalúrgica Delga, em Diadema, no estado de São Paulo.  Com 500 trabalhadores, a empresa trabalha com conteúdo praticamente 100% nacional. Durante a visita, Lula falou aos trabalhadores sobre a situação do país.

“Eu me cobrei muito durante o tempo que passei na prisão pra não sair com sentimento de vingança. Hoje eu tenho claro que minha vingança vai ser a gente voltar a governar esse país, gerar mais emprego, fazer a economia voltar a crescer e garantir comida na mesa do povo”, afirmou.

Lula lembrou o caso de uma mulher na “fila do osso”, no estado do Mato Grosso2 de outubro, que tem 30 milhões de cabeça de gado, e pouco mais de 3 milhões de habitantes. “Enquanto isso em Cuiabá o povo esperando na fila do osso. E a gente vai aceitar isso como normal?, questionou.  “Que mundo hipócrita é esse?”, completou.

O ex-presidente alertou para a necessidade de investimentos na indústria, setor que, nos últimos anos, reduziu sua participação no PIB nacional de 30% para 11%. “Como é que pode um país querer se desenvolver se ele não fortalece o crescimento da sua indústria? Porque é na indústria que você tem a oportunidade de criar emprego melhor remunerado, de investir em educação, em tecnologia”, comentou Lula.

Aos trabalhadores, Lula fez uma convocação à esperança e à luta. “A gente não pode desanimar nunca. Eu fico com a frase da minha mãe que é uma coisa sagrada pra mim. Se hoje não tem, amanhã vai ter. Somos maioria e vamos reconstruir o país que a gente quer. A gente quer paz, quer respeito. Chega de ódio”.

Via PT com site lula.com.br